Sala de Imprensa

A história do menino que saiu do campo de concentração para se tornar o Grão-Rabino de Israel

O mais recente bestseller que é sucesso editorial e de crítica nos Estados Unidos e França chega ao Brasil pela Editora Leitura

Aos cinco anos, o menino Israel Meir Lau viu o pai, rabino e líder comunitário de Pietrkow na Polônia, ser espancado e morto por soldados da Gestapo no campo de extermínio de Treblinka. Mais tarde, foi preso pelos soldados alemães (SS) junto ao irmão Naftali, e perdeu a mãe e o irmão de 13 anos nos campos de extermínio nazistas. Viveu a guerra dos três aos oito anos, quando foi libertado do campo de concentração de Buchenwald. Passou pela França, seu último destino antes de embarcar com o irmão para Israel, seguindo as ordens dadas pelo pai ao filho mais velho, que desejava que ele estudasse para se formar rabino e, assim, dar continuidade à 37º geração de rabinos na família.

Lúlek, apelidado assim pela mãe, passou por momentos muito difíceis e que lhe custaram muito tempo de sua vida, sendo obrigado a crescer de forma precoce.Foi salvo da morte pelo irmão mais velho, Naftali. Para proteger o irmão mais novo do processo de “seleção”, Naftali, de 17 anos, o colocou em um saco para escondê-lo. No entanto, mais tarde descobriu que o saco seria atirado às chamas no campo de concentração de Buchenwald. Naftali, então, retirou o diamante que sua mãe havia lhe presenteado, escondido dentro da coroa de seu dente molar, e o ofereceu ao soldado da SS em troca da vida de seu irmão. Mesmo assim, ele superou a Shoá (holocausto em hebraico) até se tornar um líder religioso de grande influência.

Narrado em primeira pessoa e carregado de emoção e fé, o livro descreve várias situações de perigo que chegam a ser chocantes pela veracidade das informações. Israel Meir Lau, que ocupou por mais de 10 anos a posição de líder mais importante da religião judaica, já fez contato com líderes de todo o mundo, como Bill Clinton, Nelson Mandella, Lula, Papa João Paulo II e até Fidel Castro.

Uma publicação comovente e de extrema importância histórica e política. A obra elucida questões do Estado de Israel sobre o conflito com os palestinos e sobre a soberania de Jerusalém, além de explicar a posição do judaísmo no mundo moderno.

Ficha técnica
Título: Lúlek – A história do menino que saiu do campo de concentração para se tornar o Grão- Rabino de Israel
Autor: Rabino Israel Meir Lau
Páginas: 524
ISBN: 978-85-7358-982-5
Valor: R$59,90

Mais informações:
Lilian Comunica – Assessoria de Imprensa e Editorial
(11) 2275-6787 ou (11)2276-7346 – @liliancomunica
imprensa@liliancomunica.com.br

___________________________________________________________________________

A história do menino que saiu do campo de concentração para se tornar o Grão-Rabino de Israel

O mais recente bestseller que é sucesso editorial e de crítica nos Estados Unidos e França chega ao Brasil pela Editora Leitura 

Aos cinco anos, o menino Israel Meir Lau viu o pai, rabino e líder comunitário de Pietrkow na Polônia, ser espancado e morto por soldados da Gestapo no campo de extermínio de Treblinka. Mais tarde, foi preso pelos soldados alemães (SS) junto ao irmão Naftali, e perdeu a mãe e o irmão de 13 anos nos campos de extermínio nazistas. Viveu a guerra dos três aos oito anos, quando foi libertado do campo de concentração de Buchenwald. Passou pela França, seu último destino antes de embarcar com o irmão para Israel, seguindo as ordens dadas pelo pai ao filho mais velho, que desejava que ele estudasse para se formar rabino e, assim, dar continuidade à 37º geração de rabinos na família.

Lúlek, apelidado assim pela mãe, passou por momentos muito difíceis e que lhe custaram muito tempo de sua vida, sendoobrigado a crescer de forma precoce. Mesmo assim, ele superou a Shoá (holocausto em hebraico) até se tornar um líder religioso de grande influência.

Narrado em primeira pessoa e carregado de emoção e fé, o livro descreve várias situações de perigo que chegam a ser chocantes pela veracidade das informações. Israel Meir Lau, que ocupou por mais de 10 anos a posição de líder mais importante da religião judaica, já fez contato com líderes de todo o mundo, como Bill Clinton, Nelson Mandella, Lula, Papa João Paulo II e até Fidel Castro.

        Uma publicação comovente e de extrema importância histórica e política. A obra elucida questões do Estado de Israel sobre o conflito com os palestinos e sobre a soberania de Jerusalém, além de explicar a posição do judaísmo no mundo moderno.

Anúncios