Saiu na Mídia

Confira o que saiu na mídia sobre o livro “Lulék: A história do menino que saiu do campo de concentração para se tornar o Grão-Rabino de Israel”.

LIVRARIA DA FOLHA

Garoto sobreviveu ao holocausto e se tornou grão-rabino

“Lúlek” é a autobiografia de Israel Meir Lau, grão-rabino de Israel. Lúlek, como era chamado pela mãe, viveu os terrores da Segunda Guerra Mundial até os oito anos, quando escapou do campo de concentração de Buchenwald, em Thüringen, leste da Alemanha.

Considerado o mais jovem sobrevivente de Buchenwald, viu seu pai ser espancado e morto no campo de extermínio de Treblinka, na Polônia. Com a morte da mãe, executada pelos nazistas, seu irmão o protegeu. Por diversas vezes, o garoto esteve próximo da morte.

Foram juntos a Israel. Lá, o menino deu continuidade a uma dinastia rabínica de mais de mil anos e tornou-se grão-rabino.

Publicado pela editora Leitura, o livro é narrado em primeira pessoa e descreve detalhes de atrocidades que marcaram a história do século 20. O autor debate outras questões, como a soberania de Israel, o conflito com palestinos e a posição do judaísmo no mundo contemporâneo.

Para visitar a página da Livraria da Folha, clique aqui.

Colégio recebe autobiografia de rabino para debater o nazismo

A editora Leitura doou exemplares do recém-lançado “Lúlek” para o projeto Shoah, iniciativa que debate o holocausto com alunos desde 2007. Coordenado por Vania Eragus, o programa foi idealizado e é mantido por professores do colégio estadual Professor Júlio Szymanski, em Araucária (PR).

O livro é a autobiografia de Israel Meir Lau, grão-rabino de Israel, considerado o mais jovem sobrevivente do campo de concentração de Buchenwald, em Thüringen, leste da Alemanha.

Lúlek, como era chamado pela mãe, testemunhou as atrocidades realizadas pelos nazistas. Anos depois, o menino deu continuidade a uma dinastia rabínica de mais de mil anos e tornou-se grão-rabino.

Narrado em primeira, o autor debate outras questões, como a soberania de Israel, o conflito com palestinos e a posição do judaísmo no mundo contemporâneo.

Clique aqui e acesse o site da Livraria da Folha.

________________________________________________________________

REVISTA MORASHÁ

O livro Lúlek – A história do menino que saiu do campo de concentração para se tornar o Grão Rabino de Israel, foi indicado na revista Morashá desse mês (julho/2011).

O jornalista Joel Rechtman indicou a leitura da obra na seção de livros. Confira aqui o que foi publicado e visite o site oficial da revista.

TextoSe tivessem contado a Lúlek, de oito anos, que algum dia iria jantar à mesa da Rainha da Inglaterra e que manteria com o Papa uma animada conversa em iídiche, ele certamente não teria acreditado. Esta não é uma autobiografia comum. Lançado no 60° aniversário da libertação do campo de Büchenwald, na primeira parte o autor discorre sobre suas memórias e, na segunda, relata como estas memórias moldaram seu caminho como rabino e líder.

___________________________________________________________

DIÁRIO CULT

O blog Diário Cult publicou uma resenha sobre a obra, destacando a história de vida do Rabino Lau.

Vale a pena conferir. Clique aqui.

BRASIL FASHION NEWS

O blog de variedades, Brasil fashion News, publicou no dia 14 de junho, o release da obra. Confira.

BLOG DO JULIO PRATES

O blogueiro e jornalista Julio Prates publicou em seu blog pessoal uma nota sobre o livro Lúlek – A história do menino que saiu do campo de concentração pra se tornar o Grão Rabino de Israel.

Clique aqui e confira.

J.A. – JOÃO ALBERTO BLOG

O blogueiro João Alberto publicou, no dia 13 de junho, uma nota sobre o livro, lançamento da Ed. Leitura. Confira aqui.

JORNAL MOMENTOS

Essa semana o Jornal Momento publicou uma nota sobre o lançamento da Editora Leitura e indicou a leitura na seção “Livros”.

Clique aqui e confira.

JORNAL ALEF (JUDAICO)

O Jornal Judaico Alef publicou uma nota sobre o livro “Lúlek”, em seu perfil de Facebook.

Clique aqui e confira!

COMUNIQUE-SE

O portal de comunicação reproduziu a nota publicada no jornal Alef, confira.

JORNAL DO BRASIL

O jornal do Brasil também reproduziu a nota que saiu no Alef,confira.

REDE LAJEADO

“Sucesso editorial e de crítica nos Estados Unidos e França chega ao Brasil pela Editora Leitura”. Confira na íntegra.

PORTAL FATOR BRASIL

O Portal fator Brasil publicou o release da obra, clique aqui e confira.

PORTO E CULTURA

O Portal Porto e Cultura publicou, no dia 24 de junho, uma resenha sobre a obra, lançada pela Editora Cultura. Clique aqui e veja.

ALPHA FM

O jornalisda da rádio Alpha FM, Guilherme Mendes, fez uma publicação especial sobre o livro no site da rádio.

Confira!

AZUL SP

“O mais recente bestseller que é sucesso editorial e de crítica nos Estados Unidos e França chega ao Brasil pela Editora Leitura”. Clique aqui.

FEDERAÇÃO ISRAELITA DO RS

A FIRS reproduziu em seu site a nota do Jornal Alef sobre o livro “Lúlek”, a autobiografia do Rabino Lau.

Confira. Clique aqui.

BRASIL WIKI!

O portal reproduziu o release enviado pela assessoria de imprensa.

Confira.

GAZETA DO OESTE

“Aos cinco anos, o menino viu o pai: rabino e líder comunitário de Pietrkow, na Polônia, ser espancado e morto por soldados da Gestapo no campo de extermínio de Treblinka. Mais tarde, foi preso pelos soldados alemães e perdeu a mãe e o irmão nos campos de extermínio”.

Link do site aqui.

MURPHY´S LIBRARY

O blog de livros Murphy library, que publica resenhas sobre vários títulos de diversas editoras.

Confira um trecho aqui:

“Narrado em primeira pessoa e carregado de emoção e fé, o livro descreve várias situações de perigo que chegam a ser chocantes pela veracidade das informações.”

Para ler inteira, é só clicar aqui.

BLOG MÁGICA LITERÁRIA

O blog Mágica literária, que agora é mais um dos parceiros da Ed. Leitura, publicou uma resenha sobre o livro, escrita por Patrícia Algayer. Confira aqui.

“Uma publicação comovente e de extrema importância histórica e política. A obra elucida questões do Estado de Israel sobre o conflito com os palestinos e sobre a soberania de Jerusalém, além de explicar a posição do judaísmo no mundo moderno.”

BLA BLA BLA ALEATÓRIO

O blog Bla Bla Bla aleatório, publicou o release divulgado no link: http://bit.ly/nZYQoE

COMITÊ ISRAELITA AMAZONAS

“Aos cinco anos, o menino viu o pai: rabino e líder comunitário de Pietrkow, na Polônia, ser espancado e morto por soldados da Gestapo no campo de extermínio de Treblinka. Mais tarde, foi preso pelos soldados alemães e perdeu a mãe e o irmão nos campos de extermínio. Viveu a guerra dos três aos oito anos, quando foi libertado do campo de concentração de Buchenwald.”

Clique aqui.

_________________________________________

Confira aqui o que saiu na mídia sobre o livro “Lúlek – a história do menino que saiu do campo de concentração para se tornar o Grão Rabino de Israel”.

Semana passada a Editora Leitura enviou dois exemplares do livro para o colégio ____, como apoio ao projeto Shoah, que tem como intuito promover a discussão sobre o nazismo e sua repercursão; os livros enviados serão usados como base para discussão.

Na mesma semana, a editora fomentou discussão do holocausto no blog do livro, através de uma promoção, na qual os leitores deveriam responder a pergunta: “O que você acha e pensa sobre o holocausto?”. Para conferir os resultados da promoção, clique aqui.

 

REVISTA IN

A Revista IN publicou uma nota sobre o livro, lançado pela Ed. Leitura. Em sua descrição, o site destaca que “O livro conta a história de Israel Meir Lau, que ocupou por mais de 10 anos a posição de líder mais importante da religião judaica”.

Clique aqui e confira.

 

GRUPO CEDU VERDE

O site reproduziu a nota que saiu na Livraria da Folha sobre o apoio da editora Leitura ao projeto Shoah. Confira.

 

TV ESTILO

O site publicou o release da obra, feito pela assessoria de imprensa.

Leia aqui.

 

REDE LAJEADO

O portal Rede Lajeado publicou ontem uma matéria sobre o livro “Lúlek”.

“Após saber um pouco mais sobre o projeto Shoah (holocausto em hebraico), idealizado e mantido por professores do Colégio Estadual Júlio Szynanski, de Araucária, Paraná, a editora Leitura fez questão de contribuir com a iniciativa, doando exemplares de Lúlek, autobiografia do Rabino Meir Lau. Esta obra complementa o conteúdo sobre o holocausto ensinado e debatido em sala de aula por professores deste projeto desde 2007.”

Confira!

 

diHITT

O portal divulgou uma nota sobre a obra falando sobre o apoio da editora ao projeto Shoah.

Confira aqui.

 

DIG now

O portal Dig Now reproduziu o que foi publicado na livraria da folha sobre a obra. Confira.

 

ZEDO

O site divulgou a matéria da Folha sobre o livro, também publicou informações como preço, onde encontrar, quantidade de páginas.

Clique aqui e veja.

_____________________________________________________